Britt Ekland (Mary Goodnight)

Britt-Marie Ekland nasceu em Estocolmo, em 6 de outubro de 1942. Com seus grandes olhos azuis e cabelos louros, cresceu para virar símbolo de beleza.

Britt se matriculou em um grupo itinerante de teatro e virou uma estrela na Itália, onde conheceu o comediante Peter Sellers, com quem logo estaria casada e teria uma filha: a também atriz Victoria Sellers, Sua vida social de alto perfil e seu casamento atraiu considerável atenção da imprensa, levando a ela ser uma das celebridades mais fotografadas do mundo durante a década de 1970.

Britt Ekland e Peter Sellers

Ekland fez dois filmes com seu marido, Caccia alla volpe (O Fino da Vigarice, 1966) e The Bobo (Toureiro Sem Sorte, 1967). Mas foi com The Night They Raided Minsky's (Quando o Strip-Tease Começou, 1968) que Britt começou a ganhar fama.

"Eu era muito gorda e estava crescendo com uma aparência horrível. Eu sempre tentei ser engraçada para compensar o fato de que eu era gorda e feia."

Continuou fazendo alguns filmes como o thriller cult The Wicker Man (O Homem de Palha, 1973), até que foi convidada ao papel de Mary Goodnight em The Man with the Golden Gun, o ápice de sua carreira.

Depois de alguns anos e um relacionamento conturbado com Rod Stewart, Britt continuou a fazer alguns filmes e a trabalhar nos bastidores, mas nunca com sucesso.

Britt Ekland e Rod Stewart

Mary Goodnight


Mary Goodnight

Mary Goodnight era uma secretária do Serviço Secreto de Inteligência britânico. A personagem apareceu pela primeira vez no livro de Ian Fleming On Her Majesty's Secret Service, posteriormente apareceu nos livros You Only Live Twice e The Man with the Golden Gun. Em 1974, a personagem apareceu na adaptação cinematográfica de O Homem da Pistola de Ouro como uma agente de campo inexperiente. Ela foi retratada por Britt Ekland.

Ela também foi reintroduzida em 2011 no livro Carte Blanche de Jeffery Deaver.

Britt Eckland sonhava com um papel de Bond Girl desde que viu Dr. No (1962), e se sentiu chateada quando recebeu a notícia que a também sueca Maud Adams fora selecionada para o filme. Albert Broccoli a convidou para um teste para o papel de Andrea Anders, esposa de Francisco Scaramanga. Quando os diretores a viram de biquíni, resolveram colocar Britt no papel da assistente de Bond.

Britt Ekland e Maud Adams

Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net